10 alimentos que ajudam a reduzir e eliminar a acne

10 alimentos que ajudam a reduzir e eliminar a acne

Acreditamos que depois de passar a tortuosa linha que separa os adolescentes dos adultos, a nossa pele vai voltar a ser suave e macio como antes, mas raramente é assim. Mesmo na idade adulta, temos que lidar com a acne, um problema de pele que embora se desconheça que o provoca, sabe-se que fatores como alterações hormonais, a genética, a ingestão de medicamentos e o uso de maquiagem com excesso de produtos químicos, podem favorecer o aparecimento deste problema.


Existem muitos mitos sobre se o acne surge por comer chocolates ou alimentos ricos em gordura e chile. Se você sofre, com certeza você terá feito até o impossível para desaparecer daquele espinhas e ter uma pele saudável e bonita. Na hora de combatê-lo, uma dieta equilibrada e rica em nutrientes, é igualmente importante que os cuidados dermatológicos que dá a sua pele. Veja quais são os melhores alimentos para combater essas centelhas de juventude.


1. Vegetais verdes


acne


Incluir em sua dieta alfafa, espinafre ou brócolis é sem dúvida uma boa opção, toda vez que são ricos em clorofila, uma substância que ajuda a limpar as bactérias e toxinas do trato digestivo e na corrente sanguínea. Além disso, os vegetais verdes são ricos em antioxidantes que protegem as células do envelhecimento precoce.


2. Alimentos com antioxidantes


acne


Melancia, goiabas, uva e tomate são grandes aliados na luta contra a acne, a sua riqueza em licopeno ajuda a manter a pele livre de imperfeições.


3. Cenouras


acne


É um vegetal rico em beta-caroteno, um pigmento que se transforma em vitamina A no organismo e é um dos mais potentes antioxidantes, já que desempenha um papel-chave no controle da produção excessiva de gordura, uma das causas da acne, e age como um protetor para reduzir a oxidação das células.


4. Omega 3


acne


Incluir em sua dieta alimentos ricos em ácidos graxos Ômega 3, como os peixes, os frutos secos ou gema de ovo, lhe ajudará a ter uma pele saudável e luminosa e a regular a produção de gordura.


5. Alimentos com fibra


acne


O milho, os feijões, abacate, o pão de grão inteiro, a aveia, o arroz integral, lentilhas, maçãs e peras são alguns dos alimentos que você pode adicionar à sua dieta para evitar a má digestão que leva ao acúmulo de toxinas no corpo, o que, por sua vez, pode causar os indesejáveis espinhas e cravos.


6. Os que têm zinco


acne


O zinco é um mineral essencial que ajuda a regular a actividade das glândulas de gordura; carne bovina, carne de porco e cordeiro, nozes, grãos integrais, as leguminosas e o fermento em pó são ricas fontes de zinco.


7. A vitamina C


acne


Limpa os poros e mantém a pele fresca e brilhante. Algumas fontes desta vitamina são as frutas cítricas, os pimentões vermelhos e verdes, tomates, brócolis e legumes de folha verde.


8. A vitamina E


acne


Está presente em óleos vegetais, como os de trigo, milho, oliva e soja, gema de ovo, fígado, carne, a manteiga, o abacate, o tomate, o óleo de coco, os vegetais verdes, e em frutas como o kiwi, maçã ou pêssego. A vitamina E é um poderoso antioxidante que protege as gorduras, eliminando o que pode danificar a pele e ajuda a manter sua umidade natural.


9. Iogurte natural


acne


Ingerir diariamente um iogurte natural irá ajudá-lo a aumentar a quantidade de bactérias “boas” no ácido do estômago, o que te permite eliminar as bactérias “más” que causam o aumento na produção de gordura no organismo. Além disso, é rico em minerais e vitaminas que ajudam a manter a sua pele firme e saudável.


10. Cúrcuma


acne


Suas propriedades antibacterianas ajudam a reduzir as espinhas e acne, além disso, tem grande poder para combater a pele seca, tirar a pele e atrasar o processo de envelhecimento.

Dez remédios caseiros para deixar de roncar

Dez remédios caseiros para deixar de roncar

Os roncadores podem transformar a cama em uma batalha agressiva.


O fato de ronco durante a noite, não só interrompe o sono próprio, mas que perturba o descanso do casal. O que há de novo no horizonte para evitar esses incômodos ronroneos noturnos.


Os roncadores podem transformar a cama em uma batalha agressiva. O fato de ronco durante a noite, não só interrompe o sono próprio, mas que perturba o descanso do casal. O que há de novo no horizonte para evitar esses incômodos ronroneos noturnos.


Os roncos são um pesadelo para milhões de pessoas e seus companheiros de quarto.


E há estudos que certificam. Um grupo de pesquisadores britânicos apresentou um estudo em 2013, onde concluiu-se que 4 em cada 10 pessoas que roncam, discutem com o seu parceiro, enquanto que uma quarta parte diretamente não partilhe a cama por esses ruídos.


https://www.remedio-caseiro.com/wp-content/uploads/2014/08/tratamentos-para-parar-de-roncar.jpg


A que se devem? A Fundação Nacional do Sono estima que mais de 12 milhões de americanos têm apnéia obstrutiva do sono. Mais da metade dessas pessoas estão acima do peso, e a maioria roncam fortemente.


Aconselha as pessoas que ajudam os casais a realizar uma consulta médica, pois podem descobrir problemas de saúde associados.


Como parar de roncar: remédios caseiros


São ideias simples que funcionam como expectorantes ou decongestionantes nasais, parte das tradições que são passadas de boca em boca. Trazem alívio, mas não substituem o médico. Os mais populares são:


1. Mel


É um excelente expectorante natural, elimina as expectoração e é útil para controlar as infecções da garganta e diminuir a sua irritação, um fator que pode estar causando o ronco. Faça gargarejo com uma infusão morna de folhas de framboesa e duas colheres de sopa de mel em meio copo de água.


2. Hortelã e Eucalitpto


Conhecidos por seus poderes expectorantes, ambas as plantas abrem as vias respiratórias e suavizam a garganta. Uma mistura eficaz é tomar óleos essenciais, misturado em partes iguais com água e pulverizar a cabeceira da cama antes de deitar. Também se podem comprar em folhas e fazer puffs de vapor.


3. A cebola


Um remédio de avós que talvez pode ajudar a aliviarte. A cebola é um descongestivo natural, e a obstrução das vias aéreas é uma das causas do ronco. Você pode cortá-la pela metade e polvilhe sal sobre ela. Em seguida, deve deixá-la em um prato sobre a mesa de luz.


4. Azeite de oliva


Conte pra esta poção anti-ronco: misture um copo de óleo de oliva e 50 gramas de ruda em um recipiente hermético. Deixe macerar tapado, durante 2 semanas, coe e guarde em um recipiente escuro. Aplique antes de dormir, sobre as asas do nariz, o pescoço e a nuca. É uma receita típica da Latinoamética.


5. Inalador home


Outra solução simples é preparar uma solução salina com um copo de água à temperatura ambiente, meia colher de chá de sal e uma pitada de bicarbonato de sódio. Tem-na à mão e aplique um pouco no nariz antes de deitar: se roncas por ter o nariz entupido, essa idéia pode funcionar.


Os traquinas do ronco


Estima-Se que 45% dos adultos roncam, ocasionalmente, e 25% são roncadores habituais. É mais frequente em homens e em pessoas com excesso de peso e, geralmente, piora com a idade. Pode ser uma indicação de obstrução da respiração e não deve ser tomada de ânimo leve.


Além de perturbar os padrões de sono e privar o roncador de um descanso adequado, é provável que seja um sinal da apneia obstrutiva do sono (AOS), que pode resultar em sérios problemas de saúde a longo prazo, por exemplo, para o coração.


Por que roncamos? Para começar, o mais aconselhável, é fazer uma consulta com o médico.


Talvez, se resultar a um otorrinolaringologista, que fará um exame de fundo do nariz, da boca, da garganta, da boca e garganta.


Os testes podem revelar se o ronco é causado por alergia nasal, infecção, obstrução nasal, aumento das amígdalas ou adenóides. E um estudo específico do sono pode determinar se o ronco é devido a laapnea obstrutiva do sono.ué aconselham os especialistas


A Fundação Nacional do Sono aconselha:


O que aconselham os especialistas


A Fundação Nacional do Sono aconselha:



  • Adota um estilo de vida saudável e atlético para desenvolver um bom tônus muscular e perder peso.


  • Evita os tranquilizantes, comprimidos para dormir e os anti-histamínicos antes de deitar.


  • Evite o álcool por pelo menos 4 horas e refeições pesadas ou lanches durante 3 horas antes de deitar.


  • Estabelece padrões de sono regulares.


  • Dorme de lado e trata de elevar a cabeceira da cama uma altura de 4 cm.

Outras Alternativas:


Stop-Ronco é um aparelho desenvolvido para manter a posição da sua maxila correta, facilitando a passagem de ar e evitando a vibração na garganta que é o que causa o ronco.


https://www.saudedoshomens.net/wp-content/uploads/2018/11/stop-ronco-300x206.jpg


Existe no mercado outras alternativas para parar de roncar, o Stop Ronco é uma delas, veja a matéria completa: https://www.saudedoshomens.net/stop-ronco/

Barriga inchada ou distensão abdominal

Barriga inchada ou distensão abdominal

A barriga inchada

distensão abdominal barriga inchadaO ventre inchado, ou distensão abdominal, pode-se dar tanto em pessoas com um peso baixo ou adequado como com excesso de peso ou obesidade (de acordo com o IMC); embora a sensação de inchaço é mais evidente em pessoas que não têm um excesso de peso. As mulheres são as que mais referem este problema, mas não é exclusivo do sexo feminino. Em muitos casos, se deve a algum problema digestivo que se costuma resolver com uma mudança na alimentação.

Causas e soluções

As causas que podem provocar uma barriga inchada não são as mesmas para todos. Aqui vão as mais frequentes:

  • Intolerâncias alimentares: algumas pessoas não são capazes de digerir certos componentes dos alimentos, como a lactose, frutose, sorbitol, glúten, etc. não poder ser digeridos seguem o seu caminho para o intestino e são o alimento de diferentes bactérias intestinais, provocando dor abdominal, diarréia e gases.

Solução: incluir um logotipo da sua nas mãos de um médico especialista que te faça os testes necessários para verificar a intolerância e também de um nutricionista-nutricionista que te marque umas orientações para que, ao eliminar determinados alimentos de sua dieta não tenha déficits nutricionais.

  • Síndrome do intestino irritável e doença de Crohn: fazem parte das chamadas doenças inflamatórias intestinais, que se caracterizam por lesar o intestino alterando o seu funcionamento e provocando diarréia, constipação, dor abdominal, inchaço e gases.

Solução: ao igual que no caso das intolerâncias alimentares é importante para um bom diagnóstico e o aconselhamento por parte de um nutricionista-nutricionista que paute a alimentação ideal para cada caso.

  • Dispepsia: são desconforto ou dor na parte superior do abdômen, acompanhada de náuseas, inchaço abdominal, azia, digestões pesadas, saciedade precoce, arrotos, regurgitações e vômitos.

Solução: coma devagar e com pouca quantidade de comida mais vezes ao dia, evitar um excesso de gordura nas refeições, perda de peso, se necessário, e abster-se do álcool.

  • Excesso ou falta de fibra na dieta: a fibra é o principal componente das fezes e se deve tomar em sua justa medida. Assim, um excesso de fibras pode aumentar o trânsito intestinal e provocar diarreia, e ao contrário da falta de fibra diminui o trânsito intestinal e causa prisão de ventre. Ambas as situações causam inchaço, gases e dor abdominal.

Solução: consumir diariamentecereales integrais, frutas e legumes, assegurando 1,5-2 litros de água por dia. Sem esquecer de incluir, no mínimo, 2 a 3 vezes por semana legumes Atenção! Introduza os alimentos ricos em fibra, progressivamente, para que o nosso corpo vá se acostumando pouco a pouco e não se forme uma rolha.

  • Gases e alimentação: como vimos, as causas anteriores causam gases, mas alguns alimentos e como comemos também influencia.

Solução: evitar o consumo de vegetais flatulentas (repolho, couve-flor, brócolis, alcachofra, pimentões…), pão quente, massas ou legumes al dente, edulcorantes artificiais (manitol, sorbitol, xilitol), bebidas alcoólicas ou com gás (refrigerantes, água com gás…) e procurar tomar as leguminosas sem pele ou por uma fábrica de alimentos (cremes, purês, humus…). Também não fazer refeições pesadas e ricas em gorduras, comer devagar, mastigar bem e com a boca fechada, evitar falar enquanto comemos e não beber com canudo ou tomar pequenos goles da superfície de uma bebida quente.

  • Ruptura dos músculos abdominais: pode ser, em alguns casos, também uma causa. Os músculos são incapazes de conter a massa abdominal e provocam “tripa”. Pode dever-se ao gravidez, perda rápida de peso ou tendência à flacidez.

Solução: fazer com que a atividade física faça parte de sua vida cotidiana e evitar o excesso de peso, controlando sua alimentação.

Recomendações para a barriga inchada

Se você precisa de atendimento personalizado para resolver seus problemas de distensão abdominal, em Alimmenta você encontrará uma equipe de nutricionistas-nutricionistas e médicos endócrinos que te ajudarão a resolver seus problemas de barriga inchada através de uma dieta personalizada e a mudança de hábitos.

Psoríase: sintomas, casusa e dieta

Psoríase: sintomas, casusa e dieta

Dieta para psoríase

Uma dieta específica e especial para a psoríase não existe, mas sim, sabe-se que uma alimentação baseada na dieta mediterrânea, a prestar atenção a certos nutrientes e hábitos de vida adequados e saudáveis, podepermitir a pele manter-se em melhores condições e controlar melhor a doença.

A psoríase é uma doença inflamatória, portanto, que, apesar de se beneficiar de uma alimentação influenciada pelo consumo de cereais integrais, legumes, frutas e verduras e a ingestão diária de ómega-3 (principalmente EPA e DHA) em forma de:

  • peixe azul (EPA E DHA): anchovas, arenque, atum, anchova, cavala, salmão, sardinha…
  • frutos secos
  • sementes
  • azeite de oliva extra-virgem

dieta psoríase, Bem como, evitando as gorduras saturadas (enchidos, carnes vermelhas, manteiga, laticínios inteiros…), gordura trans (alimentos industriais e processados, frituras, margarina, alguns biscoitos, bolos…) e os hidratos de carbono refinados (açúcar de mesa, bebidas açucaradas, biscoitos, doces, cereais brancos…).

Também se deve considerar que uma ingestão excessiva de ácidos graxos Ômega 6 tipo de vegetal (óleos vegetais de girassol, milho ou soja muito presentes nos alimentos industriais e processados) são transformados em ácido Ómega 6-araquidônico (presente também em alimentos de origem animal, como carne, ovos e produtos lácteos) dentro do organismo, contribuindo para uma resposta inflamatória. Assim, é importante alcançar um equilíbrio entre a ingestão de ácidos gordos omega 3 e omega 6.

Antioxidantes para a psoríase

As pessoas com psoríase têm vários marcadores de estresse oxidativo, a exigência de antioxidantes é maior, portanto, deve-se garantir um aporte suficiente de antioxidantes para favorecer a reparação da pele:

  • carotenóides: cenoura, espinafre, pimentão vermelho, acelga, pêssego, caqui, endivia, tomate, manga, brócolis, alho francês, abóbora, ervilha, judaica…
  • flavonóides: mirtilos, morangos, laranjas, ameixas, amoras, cerejas, maçãs, limões, espinafre…
  • vitamina C: pimentão vermelho, limão, laranja, grapefruit, kiwi, mamão, morango, caqui, brócolis, salsa…
  • vitamina E: azeite de oliva, sementes de girassol, amêndoas, avelãs, amendoins, pistácios, brócolis, pimentão, kiwi, aspargos, abóbora…
  • selênio: cereais e sementes, praticamente todos os legumes, peixe…

Nas formas mais graves da doença, pode haver uma diminuição dos níveis de vitamina D e ser necessária a suplementação.

Além disso, as pessoas com psoríase têm maior prevalência de obesidade, diabetes, hipertensão e hipercolesterolemia, portanto, uma boa alimentação e intervenção dietética ajudá-lo a reduzir o risco cardiovascular. Também têm maior prevalência de outras doenças auto-imunes, como a doença celíaca, ou seja, sensibilidade ao glúten da dieta, apesar disso, são necessárias mais investigações para saber se uma dieta livre de glúten, pode ser benéfica. Assim, não se justifica a eliminação do glúten da dieta, a não ser que a pessoa seja diagnosticada como celíaca.

Um estilo de vida saudável, que evite hábitos tóxicos como o tabaco e o consumo de álcool, também será positivo para a psoríase, uma vez que, concretamente, o álcool também estimula a liberação de histamina e isso favorece a inflamação e piorar as lesões de pele. Além disso, o consumo de álcool está relacionado com a alta ingestão de gorduras saturadas e baixa ingestão de frutas e legumes.

A prática de exercício físico regular também é muito recomendável; andar, correr, pedalar, nadar (para evitar as piscinas com cloro) e atividades de relaxamento como yoga ou a realização de alongamentos aumentam a sensação de bem-estar e são benéficas para as pessoas que sofrem de psoríase.

Em conclusão, a dieta do mediterrâneo baseada em: azeite de oliva virgem, cereais integrais, legumes, peixe, frutos secos, fruta, verdura e o equilíbrio entre a ingestão de ácidos graxos ômega 3 e os ácidos graxos ômega 6 pode melhorar os marcadores de inflamação vascular e também permitir que a pele esteja em um estado melhor, dentro das possibilidades individuais e de acordo com a forma de psoríase que sofra de cada pessoa.

Menus semanais no programa “A Cuina de Mireia Carbó”

Menus semanais no programa “A Cuina de Mireia Carbó”

No programa de rádio A Cuina de Carbó Da Xarxa que se emite hoje às 13:00h pediram-me de exemplos de menus semanais dos diferentes temas nutricionais (colesterol, anemia, gravidez, vegetarianismo) que temos vindo a falar ao longo dos programas. Amanhã pendurá-lo o áudio do programa para que se possa ter toda a informação.

Estes menus são gerais por aquilo que vos podem servir de guia, mas não devem substituir o aconselhamento de um profissional. Se quando você tem uma avaria no seu carro, vai ao mecânico experiente nesse modelo, para que o arranjo (em vez de baixar arquivos da internet algumas instruções gerais e fazê-lo você mesmo), quando se trata do nosso corpo e da nossa saúde, devemos olhar também para o profissional médico especializado em nutrição o nutricionista-nutricionista.

Aqui vos deixo os menus que preparei:

MENU PARA O COLESTEROL ELEVADO

LUNESCol e batata.Bacalhau com pisto.1 manzanaPuré de abobrinha e cenoura.Sardinhas no forno.Pão.Iogurte sabor.MARTESEnsalada verde com grão-de-bico.Lombo ibérico para a prensa.Iogurte.Dourada no forno com legumes e forro de arroz integral.2 kiwis.MIÉRCOLESParrillada de legumes.Macarrão com atum e tomate.1 laranja.Salada de escarola) e tomate.Omelete de batatas (ao microondas, sem óleo).Iogurte sabor.JUEVESArroz com legumes.Coelho ao alho com escalibada é.1 pêra.Cuscuz com brócolis e cenoura.Cavala grelhada.Iogurte sabor.VIERNESAlcachofas ao forno com forro de feijão branco.Linguado grelhado.Iogurte sabor.Purê de abóbora e batata-doce.Tamboril, no papillote.1 maçã.SÁBADOJudía verde com batata.Chocos na grelha.2 tangerinas.Salada de endibias com nozes e lacinhos de massa.Ovos mexidos com ajetes tenros.Iogurte sabor.DOMINGOEnsalada de espinafres frescos, manjericão e tomate.Peru grelhado.1 banana.Espargos selvagens com a prensa.Biscotes de pão com presunto york e queijo fresco sabor.1 cacho de uvas.

MENU PARA COMBATER A ANEMIA

LUNESEnsalada verde.Ervilhas com batata e sépia.1 naranjaEnsalada de brotos frescos de espinafre e tomate cherryBiscotes de pão integral.Halibut ao micro-ondas.Iogurte.MARTESEnsalada de espinafres frescos, manjericão e laranja.Bife de vitela grelhado.Iogurte.Puré de legumes.Arroz integral salteado com frango em cubos.2 kiwis.MIÉRCOLESAcelgas com batata.Pescada com amêijoas.2 tangerinas.Sopa de macarrão.Omelete de pimentos.Iogurte.JUEVESEnsalada de alface, tomate e arroz basmati.Frango ao forno.1 laranja.Brócolis ao vapor.Galo da prensa.Pão integral.Iogurte.VIERNESConsomé.Fajitas de carne de vaca e vegetais e molho de feijão.Iogurte.Salada com espirais integrais de massa.Omelete de espinafre.1 maçã.SÁBADOCol e batata.Imperador para a prensa.2 tangerinas.Salada de escarola com figos secos e passas.Fígado de frango alguma super e pão.Iogurte.DOMINGOMejillones ao vapor.Macarrão com legumes.2 kiwis.Ensopado de batatas e legumes.Ovos mexidos com colitas de camarão.Iogurte.

MENU PARA CRIANÇAS

LUNESEnsalada de repolho e cenoura ralada.Espaguete com palitos de caranguejo.YogurPuré de abobrinha e batata com lascas de presunto serrano.Rissóis de cogumelos. 1 pêra.MARTESEnsalada de tomate e mussarela.Lentilhas com arroz.Iogurte.Couve-flor gratinada.Ovo passado por água.Pão.1 tangerina.MIÉRCOLESDorada ao forno com batatas e tomate.1 laranja.Alcachofras ao forno ou ao micro-ondas.Hambúrguer de frango e pão.Iogurte.JUEVESArroz com molho de tomate e ovo cozido.Uvas.Panela de espinafre com alho e creme de leite.Tamboril massa.Pão.Iogurte.VIERNESHumus com crudités de legumes e pão de pita.Iogurte.Sopa de letras.Rolinhos de presunto york e queijo 1 tomate aliñado.1 ameixa.SÁBADOQuínoa com legumes.1 pêssego.Creme de abóbora.Hambúrguer de carne e pão.Iogurte.DOMINGOEnsaladilla russa com atum e camarão.1 banana.Torrada de pão, ovos mexidos com espargos selvagens e cogumelos com queijo gratinado ao forno.Iogurte.

MENU OVOLACTOVEGETARIANO

LUNESPuré de abóbora.Omelete de cogumelos.Pão.1 ciruelaSopa de macarrão.Salada de escarola com tempeh. Iogurte.MARTESVerduras ao wok com tofu e batata cozida.1 laranja.Salada de rúcula e as azeitonas pretas.Quinoa com legumes.Iogurte.MIÉRCOLESEnsalada de endibias e tomate. Seitan com legumes e arroz basmati.1 maçã.Salada de tomate.Acelgas com feijão.Iogurte.JUEVESGuiso de couve-flor, batata, grão de bico e legumes.1 pêra.Sopa de algas.Omelete de abobrinha e batata (micro-ondas).Iogurte.VIERNESParrillada de legumes.Salada de lentilhas com tomate.YogurPuré de acelga, cenoura e batata.Tofu salteado com legumes.1 tangerina.SÁBADOBerenjenas recheadas de legumes, o arroz e o seitan.1 banana.Salada verde.Ovos no prato com tomate e cogumelos. Pão.Iogurte.DOMINGOCaldo de legumes.Macarrão com legumes e pistache.YogurPuré de abobrinha.Pão com queijo.1 kiwi.

MENU PARA A GRAVIDEZ

LUNESEspaguetis com camarão e queijo ralado.Omelete de alcachofras com cenoura ralada.1 kiwi.Salada com abacate, tomate e um punhado de sementes.Tamboril no forno com batata.Iogurte.MARTESPuré de grão-de-bico.Frango grelhado com salada.YogurCrema de cenoura com batata, cebola e queijo ralado.Sardinhas grelhadas com molho de tomate e orégano.Figos.MIÉRCOLESArroz com legumes.Mexilhões encebollados.1 pêra.Salada de escarola, tomate cereja e cenoura.Omelete de abobrinha, batata e cebola.Iogurte.JUEVESEnsalada de espinafres frescos, pepino, feijão, bacalhau dessalgado e nozes.1 Iogurte.Abobrinha recheados com legumes e camarão, gratinados com creme de leite e queijo ralado.Pão.1 mandarinaVIERNESEnsalada de cônegos e rúcula com cenoura e azeitonas.Carne cozida com batatas.YogurCrema de ervilhas com lascas de presunto serrano.Lulas à romana.1 maçã.SÁBADOAcelgas com batata.Salmão no papillote.2 mandarinasEnsalada de espargos.Hambúrguer de frango com queijo, tomate e pão.Iogurte.DOMINGOCanelones de espinafre com passas e pinhões.Camarão grelhado.CerezasEnsalada de folhas de carvalho, nabos e a cenoura ralada.Ovos mexidos com enguias e pão.Iogurte